MARCELLO ALBANO TOPO Banner Topo Colégio Santa Rita Banner Topo Pivel Banner topo – Piauí Shopping Banner Livro Música para pensar Banner Topo – Datapicos BANNER DA CLÍNICA CARDIOTRAUMA TOPO
amarca

SEGUNDA-FEIRA, 18 de DEZEMBRO de 2017

ELEIÇÃO PRESIDENCIAL

Disputa à Presidência é acirrada entre candidatos

O primeiro turno das eleições presidenciais será em 7 de outubro de 2018 e as articulações já estão acontecendo, mesmo em plena crise

23 de julho de 2017

Lula, Bolsonaro, Ciro e Alvaro Dias, que já se declararam pré-candidatos à Presidência da República em 2018

Fonte: Veja

O Brasil está a menos de um ano das convenções partidárias que lançarão os próximos candidatos à Presidência da República. As siglas políticas poderão se reunir entre 20 de julho e 5 de agosto de 2018 para definir as chapas que deverão ser inscritas até o dia 15 de agosto. O primeiro turno das eleições será em 7 de outubro.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já está em campanha. O petista, sentenciado pelo juiz federal Sergio Moro a nove anos e seis meses de prisão no âmbito da Operação Lava Jato, só poderá se lançar como candidato se não for condenado em segunda instância.

Pesquisa Datafolha de junho mostra que Lula é o nome do PT com cacife para disputar o Planalto

Outro político que já está na corrida é o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que deve trocar de partido e tem se portado como um antagonista à candidatura petista. Ele terá até o dia 7 de abril para estar filiado a uma sigla. Também já estão na pista o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e o senador Alvaro Dias (Podemos-PR).

Deputado Federal Jair Bolsonaro aparece em 2º lugar na corrida presidencial de 2018

A ex-senadora Marina Silva não tornou oficial sua pré-candidatura, mas a Rede – partido que preside – trabalha internamente com os cenários que ela terá de enfrentar para não perder a terceira eleição consecutiva – chegou em terceiro lugar em 2010 e 2014.

No PSDB, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, conseguirá se lançar na disputa se barrar o crescimento do prefeito paulistano, João Doria, e superar a tímida concorrência do senador José Serra (SP).

O prefeito da Capital Paulista, João Dória e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, também aparecem com chances na disputa ao Planalto

Há ainda surpresas que podem aparecer na disputa, entre elas o ex-presidente do STF Joaquim Barbosa, que conversa com a Rede e o PSB, o atual ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), e o senador Cristovam Buarque (PPS-DF). Já o PMDB, o maior partido do país, deve entrar em mais uma eleição sem ter uma indicação própria ao Planalto.

Senador Cristovam Buarque é outro nome com perspectiva de crescimento para a Presidência da República em 2018

O ex-presidente Lula, de 71 anos, é a única opção que permite ao PT sonhar com o retorno ao Palácio do Planalto. A última pesquisa Datafolha, de 26 de junho, mostrou que o petista tem 30% das intenções de voto no primeiro turno – Bolsonaro, segundo colocado, soma 16%.

A candidatura depende, da decisão que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) emitirá sobre a condenação do petista em primeira instância. Se o TRF4 validar a decisão de Moro antes de 15 de agosto, prazo final para o registro de candidaturas, o ex-presidente será enquadrado na Lei da Ficha Limpa e ficará inelegível. Caso a decisão seja proferida após a data limite, Lula ficará com a candidatura pendente de uma decisão judicial.

Ciro Gomes, de 59 anos, vinha dizendo que não se candidataria à Presidência caso Lula estivesse no páreo, mas aos poucos tem mudado o tom de suas declarações. Na terça-feira, ele fez diversas críticas ao ex-presidente e o responsabilizou pela crise política do país. “Lula é sombra de mangueira. Não nasce nada embaixo”.

Ex-ministro Ciro Gomes está em viagens pelo Brasil mostrando interesse em chegar ao Planalto

O militar da reserva, Jair Messias Bolsonaro, 62 anos, com 27 anos de Congresso Nacional, anunciou em março de 2016 a pré-candidatura pelo PSC. Mas, o deputado federal deverá buscar um novo partido para se lançar ao cargo.

Eleito senador pela quarta vez em 2014, Alvaro Dias deixou o PSDB no ano passado para se filiar ao PV. Em maio, o político de 72 anos trocou novamente de partido e passou a integrar o quadro do Podemos, que foi autorizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a substituir o registro do PTN. Álvaro Dias disse que aceitou ser pré-candidato à Presidência após uma convocação de sua nova sigla.

Senador Álvaro Dias ganhou projeção nos últimos anos e é mais um nome que poderá pleitear o Planalto

Com tantos nomes na pista, resta saber quem terá fôlego para continuar no páreo. Os desdobramentos da Lava Jato e o real “poder de fogo” de cada um dos postulantes vão apontar os indicativos para o final dessa corrida, que está apenas começando.

Com informações de Veja

Posts Relacionados

Colunistas
Notícias Mais Lidas
Últimas Notícias

TV Folha Picoense

Solo de violão, incrível…

Publicidades

Banner Lateral – Dra. Ana Lúcia
Banner Lateral – Novajet
Banner Lateral – Casa do Automóvel
Cultura FM ap – Lateral
Dia Mundial Com – Lateral
Banner lateral – Sintracs
Banner lateral – New Motos Honda
Banner Lateral – Dr. Alisson Cavalcanti
Banner Lateral – Dr. José Almeida Leal
BANNER LATERAL LABORATÓRIO MARCELLO ALBANO
BANNER LATERAL CARDIOTRAUMA ALBANOS