Banner Topo Pivel BANNER PIAUÍ SHOPPING MAIO 15 5 18 Banner Livro Música para pensar Banner Topo Colégio Santa Rita BANNER DATA PICOS 14 5 2018 MARCELLO ALBANO TOPO BANNER DA CLÍNICA CARDIOTRAUMA TOPO
amarca

SÁBADO, 26 de MAIO de 2018

DERROTA NA CCJ

Senador Ciro Nogueira sofre derrota na CCJ do Senado

Proposta do presidente do PP era para legalizar jogos de azar

07 de Março de 2018

Proposta do senador Ciro Nogueira, que defendia regulamentação dos jogos de azar no Brasil, foi derrotada no Senado

Fonte: Correio Braziliense

Por 13 votos a dois, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado rejeitou proposta de regulamentação dos jogos de azar e reabertura dos cassinos no Brasil. O texto, de autoria do presidente do PP, Ciro Nogueira (PI), foi relatado pelo senador Benedito de Lira (PP-AL). No lugar, foi aprovada, de maneira simbólica, manifestação contrária do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

No voto em separado, Randolfe considerou que a exploração de jogos de azar incentiva a lavagem de dinheiro, tem “nefasto” impacto psíquico e sociofamiliar sobre o jogador, e não deverá produzir aumento de receita tributária nem fomentar o turismo no Brasil, como alegam os defensores da matéria.

“Acho que o Congresso Nacional, no dia de hoje, sepultou em definitivo esse absurdo. Num momento em que o Brasil debate problemas de segurança pública, aprovar projeto que facilita ações do tráfico de drogas e de arma e que vulnerabiliza a saúde dos cidadão seria o mesmo que o Congresso dar um tiro na própria cabeça, ainda bem que esse absurdo não prosperou”, comentou Randolfe após o resultado.
O parlamentar avaliou que não há experiência concreta em outros países que prove que a legalização dos jogos traria melhorias para a arrecadação de impostos no Brasil. “Ao contrário, os danos na saúde pública e as despesas ampliadas no Sistema Único de Saúde (SUS) seriam muito maiores do que eventuais arrecadações.”

Durante as discussões na CCJ, Ronaldo Caiado (DEM-GO) defendeu que é preciso combater os responsáveis por jogos clandestinos, e não regularizar a atividade. “É triste, chega a ser deprimente diante da crise que vivemos, priorizar um projeto que, na minha opinião, é o mais permissivo já discutido no Congresso. Ao invés de cuidarmos de saúde e segurança pública, estamos aqui cuidando de jogos de azar, é difícil acreditar”, declarou.

Ele lembrou casos de viciados em jogos e comparou com dependentes de drogas. “Existe um consumo de crack muito grande, então vamos regularizar uso de crack e não vamos combatê-lo? É algo inimaginável.”

O senador Roberto Requião (MDB-PR) avaliou que jogos de cassinos são “instrumentos de lavagem de dinheiro do tráfico de armas, do tráfico de drogas e da corrupção generalizada”. A senadora Simone Tebet (MDB-MS) considerou ainda que a regulamentação dos jogos de azar aumentaria os casos de sonegação de impostos no País e dificultaria ainda mais a fiscalização e controle.

Posts Relacionados

Colunistas
Notícias Mais Lidas
Últimas Notícias

TV Folha Picoense

Solo de violão, incrível…

Publicidades

Banner lateral – New Motos Honda
BANNER LATERAL CARDIOTRAUMA ALBANOS
Banner Lateral – Dr. Alisson Cavalcanti
Dia Mundial Com – Lateral
Banner Lateral – Central papelaria
Banner lateral – Sintracs
Banner Lateral – Dra. Ana Lúcia
Banner Lateral – Novajet
Banner Lateral – Casa do Automóvel
BANNER LATERAL LABORATÓRIO MARCELLO ALBANO
Cultura FM ap – Lateral