Banner Livro Música para pensar Banner Topo – Datapicos Banner topo – Piauí Shopping Banner Topo Colégio Santa Rita MARCELLO ALBANO TOPO BANNER DA CLÍNICA CARDIOTRAUMA TOPO Banner Topo Pivel
amarca

TERÇA-FEIRA, 17 de OUTUBRO de 2017

NOSSA CULPA

Otílio Rodrigues: “A mentalidade que quebrou o Brasil”

A mentalidade de achar que os recursos do Brasil são ilimitados e que o Estado tudo pode; responde, em grande parte, pela crise que o país enfrenta na atualidade

13 de agosto de 2017

O exorbitante número de impostos no Brasil é tão inaceitável que se transformou no foco de campanhas dos consumidores

Se o Brasil fosse uma empresa estaria literalmente quebrada. Ou seja, estaríamos em um estado de insolvência. Nosso déficit no orçamento anual em 2017, a diferença entre o que governo arrecada de impostos e o que ele gasta é da ordem de 140 bilhões. Como é que pode termos chegado a este ponto? Como explicar esta situação de descalabro? Como é possível que um dos países mais ricos do mundo não tenha dinheiro para atender as necessidades mais elementares da sua população?

A cobrança de impostos acima da normalidade impacta diretamente no poder de compra da população

As raízes históricas da nossa incompetência na economia são complexas e não conseguiríamos descrever de uma maneira rápida. Mas, uma boa parte das dificuldades atuais têm causas bem mais simples e bastante conhecidas. Uma destas causas encontra-se na mentalidade de achar que nossos recursos são ilimitados e que o Estado tudo pode. Desde a Constituição de 1988, o país se habituou a transferir um conjunto de despesas e obrigações para o setor público sem se preocupar com a fonte dos recursos, nem com quem vai pagar a conta. Tudo por aqui é dever do Estado, previdência, saúde, educação, segurança, infraestrutura e muito mais. Esta é a mentalidade comum ao brasileiro, achar que tudo é de responsabilidade do governo.

Uma das alternativas de combate à carga tributária encontrada pela sociedade, é a chamada campanha de esclarecimento direto junto aos consumidores

E para atender estas demandas sociais cada vez maiores, os políticos, que expressam a voz da sociedade, sendo por ela escolhidos, junto com os governos de todas as cores e partidos, que também foram eleitos democraticamente, vêm ano a ano aumentando a carga dos impostos. Mais de um terço de tudo que produzimos vai para as mãos do governo. Já temos uma das mais altas cargas tributárias do planeta e mesmo assim, todo este dinheiro arrecadado é insuficiente. O país não tem mais dinheiro nem para honrar seus compromissos básicos.

Carga tributária brasileira é uma das mais altas do globo terrestre

Com esta mentalidade, não há mesmo recurso que atenda, pois como sabemos os desejos e necessidades do ser humano são ilimitadas. Não importa a ideologia política, todos os governos que tivemos foram escolhidos pelo povo e tiveram seus programas econômicos por ele aprovados. Portanto, se acertaram ou se erraram a responsabilidade maior é da sociedade e não dos políticos. Nós somos os únicos responsáveis. Não foram americanos, europeus ou japoneses que elegeram o nosso Congresso, fomos nós brasileiros.

O clientelismo político (compra e venda de votos) faz adoecer o sistema político, que apodrece com a corrupção

Mas, no próximo ano teremos uma grande oportunidade de dizer não a tudo que está aí. Uma boa medida para iniciar o processo de mudança é não votar em nenhum político que se candidate à reeleição em 2018. Não deveríamos reeleger ninguém. Renovar 100% do Congresso Nacional. Cometeríamos algumas injustiças? Sim, seguramente alguns bons políticos seriam penalizados, mas este é um preço que os justos terão que pagar pelos pecadores para que alguma coisa comece a mudar.

————————————————————————————————————

Otílio Rodrigues é economista e consultor empresarial. Mora na cidade de Campinas (SP).

Notícias de Otílio Rodrigues

TV Folha Picoense

Solo de violão, incrível…

Publicidades

Banner Lateral – Dr. José Almeida Leal
Banner Lateral – Central papelaria
Cultura FM ap – Lateral
BANNER LATERAL LABORATÓRIO MARCELLO ALBANO
Banner Lateral – Casa do Automóvel