Banner Topo – Lab. Marcello Albano Banner Topo – Datapicos Banner topo – Piauí Shopping Banner Topo Colégio Santa Rita Banner Topo Pivel
amarca

SÁBADO, 24 de JUNHO de 2017

TERCEIRA IDADE

Osteoporose é uma doença crônica que já atinge mais de 10 milhões de brasileiros

Para combater a doença o SUS realiza anualmente campanhas preventivas junto aos idosos em todo o país

10 de março de 2017

Riccardo Albano

Como consequência do envelhecimento, os ossos do nosso corpo ficam cada vez mais frágeis devido a desmineralização, ou seja, a perda de cálcio, assim se tornando mais fracos e consequentemente aumentando o risco de fraturas, constituindo uma ameaça para a vida das pessoas. Com o aumento da população idosa, logo se nota o crescimento de doenças crônicas, dentre elas a osteoporose.

Pessoas na terceira idade são as que mais tem recomendação para receber acompanhamento com fisioterapeutas, por causa da osteoporose

A osteoporose se trata de um dos problemas de saúde mais comuns com prevalência progressiva, tanto em países desenvolvidos como em países em desenvolvimento. Esta condição sofre influencia de vários fatores de risco a respeito de sexo e idade. No Brasil, o número de indivíduos acometidos pela doença chega a 10 milhões e os gastos com o tratamento e a assistência no Sistema Único de Saúde (SUS), são bastante elevados.

Para diagnosticar a osteoporose, a densitometria óssea é considerada o exame padrão ouro, trata-se de um método não invasivo e essencial para se calcular a massa óssea. O predomínio da osteoporose em idades avançadas é explicado pela alteração metabólica do cálcio durante o processo de envelhecimento, como explica Santos et al (2012).

De acordo com dados retirados do estudo de Tabatabaei-Malazy et al (2017), a osteoporose tem a prevalência maior na população do sexo feminino (34%) do que no sexo masculino (17%). Normalmente, a osteoporose atinge mais as mulheres pós-menopáusicas, devido à deficiência de estrógeno. Todavia, a insuficiência de vitamina D e o hiperparatireoidismo continuam como as principais causas da osteoporose em homens e mulheres pré-menopausa.

O tratamento conservador da osteoporose é feito através de medicamentos mas, modificações do estilo de vida do indivíduo são de grande apoio para a prevenção e redução da osteoporose, tai como: adequação nutricional, atividade física com carga, suspenção ou diminuição do tabagismo e suspenção do consumo de bebidas alcoólicas.

A fisioterapia é um dos recursos mais presentes para dar qualidade de vida a quem precisa de cuidados especiais com o corpo

Praticar exercícios físicos regularmente ajuda no ganho de massa óssea nas pessoas em qualquer fase da vida, dessa forma, os exercícios são fundamentais para manter a integridade dos ossos (SEGURA et al., 2007). Os autores Figliolinoet al. (2009) destacam um melhor equilíbrio em idosos que realizam exercícios físicos, uma melhora na marcha e independência nas atividades diárias de vida, o que reduz a possibilidade de quedas.

A Fisioterapia, com relação a osteoporose tem por objetivos o restabelecimento do equilíbrio, da coordenação, da força muscular, do condicionamento físico e da amplitude de movimento, como formas de prevenção de quedas e, por conseguinte, as fraturas, bem como reabilitar e reduzir a dor nos indivíduos que já tenham sofrido fraturas.

Caminhadas diárias ao sol são muito importantes para manter ou restaurar o tônus muscular, equilíbrio e coordenação motora, bem como aprimorar também o condicionamento aeróbico. Treinos que envolvam levantamento de peso devem ser realizados também, sempre com o cuidado de observar as condições de cada paciente.

Em certas situações o acompanhamento de especialistas se torna indispensável nos processos de reabilitação

Há contra indicação da prática de exercícios de alto impacto como saltos, corridas e treinamentos de flexão da coluna, pois podem ocasionar fraturas na coluna, fêmur e quadril.

Na terceira idade a prática de exercícios regulares é um hábito que favorece a longevidade

_________________________________________________________

RICCARDO ALBANO é fisioterapeuta, pós-graduando em fisioterapia traumato-ortopédica e desportiva.

Notícias de Riccardo Albano

TV Folha Picoense

Solo de violão, incrível…

Publicidades

Dia Mundial Com – Lateral
Banner Lateral – Dr. José Almeida Leal
Banner lateral – New Motos Honda
Banner Lateral – Novajet
BAnner Lateral – Lab. Marcello Albano