BANNER DATA PICOS 14 5 2018 Banner Livro Música para pensar Banner Topo Pivel Banner Topo Colégio Santa Rita BANNER PIAUÍ SHOPPING MAIO 15 5 18 BANNER DA CLÍNICA CARDIOTRAUMA TOPO MARCELLO ALBANO TOPO
amarca

TERÇA-FEIRA, 12 de NOVEMBRO de 2019

PROJETO SOCIAL

Votorantim, Cáritas e FBB beneficiam famílias do Semiárido

Projeto Bem Viver no Semiárido da Votorantim contempla 26 famílias na 1ª etapa

05 de março de 2019

Membros de instituições participam do lançamento do Projeto Bem Viver no Semiárido (Foto: dp15.com)

Fonte: dp15.com

Com a finalidade de beneficiar, inicialmente, 26 famílias residentes na Serra do Inácio, no município de Curral Novo do Piauí, que vivem em situação de extrema pobreza, aconteceu às 14 horas de quinta-feira, 28 de fevereiro, o lançamento do Projeto Bem Viver no Semiárido. O ato foi realizado na conclusão de uma Missa, cuja celebração foi presidida pelo Bispo Diocesano de Picos, Dom Plínio José Luz da Silva e concelebrada pelos padres Francisco Berto e José Ricardo, na capela Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, da comunidade Juazeirinho.

Além do Bispo de Picos, também participaram do lançamento do projeto, o gerente dos Complexos Eólicos da Votorantim Energia, engenheiro Hígor Américo; Consultora de Sustentabilidade no Instituto Votorantim, Christiane Vila Nova Camargo, Consultora de Sustentabilidade no Instituto Votorantim; o gerente da Fundação Banco do Brasil, Robson Vicente; a secretária da Cáritas Brasileira, Regional Ceará, Patrícia Amorim; o presidente da Cáritas da Diocese de Crato, padre José Ricardo Barros. O ato de lançamento contou ainda com dezenas participantes de um encontro realizado no local sobre o Projeto Bem Viver no Semiárido.

A maioria dos participantes do encontro são moradores da região que estiveram reunidos durante todo o dia na capela Nossa Senhora do Perpetuo Socorro. O encontro contou com integrantes da Caritas da Diocese de Crato, Ceará, Fundação Banco do Brasil, Instituto Votorantim, Votorantim Energia e as famílias da comunidade Serra do Inácio que serão beneficiada pelo Projeto Bem Viver no Semiárido.

O objetivo principal do encontro com as comunidades da Serra do Inácio foi realizar uma apresentação do Projeto Bem Viver no Semiárido, antecedendo o lançamento oficial do mesmo, destinado, em princípio, em beneficio das 26 famílias com marcas profundas de vulnerabilidade social. Todas as famílias contempladas são da comunidade Serra do Inácio e que moram no entorno do Parque Eólico Ventos do Piauí.

Parcerias e investimentos

O gerente da Fundação Banco do Brasil, Robson Vicente, na Serra do Inácio (Fonte: dp15.com)

De acordo com o gerente da Fundação Banco do Brasil, Robson Vicente, na primeira etapa de implantação do projeto serão investidos R$ 500 mil reais. “Mas esse investimento poderá ser ainda maior, conforme o desenvolvimento das ações e na medida em que elas apresentem resultados com o trabalho das pessoas nas comunidades”, destacou.

Engenheiro Hígor Américo representou a Votorantim Energia no lançamento (Foto: dp15.com)

O engenheiro eletricista e gerente dos Complexos Eólicos da Votoratim Energia, na Serra do Inácio, Hígor Américo, enfatizou que a implantação de projetos sociais nas áreas de atuação da empresa, faz parte da política social da Votorantim. “Há um percentual significativo de investimento em projetos como este, em favor das comunidades residentes no local”, disse.

Hígor Américo deixou de precisar, mas admitiu que o parque eólico da Votorantim, na Serra do Inácio terá investimentos que podem alcançar a cifra de R$ 1,1 bilhão, destinados para a geração de energia, a partir do local.

Patrícia Amorim representou a Cáritas Regional do Ceará (Foto: dp15.com)

A secretária da Cáritas Brasileira, Regional Ceará, Patrícia Amorim, ressaltou que a participação da instituição caritativa da qual faz parte, tem o objetivo de assegurar a dignidade da pessoa humana. “A nossa missão é pela garantia das condições humanitárias, que resguardem o direito à vida o bem das pessoas e das comunidades, onde elas habitam”, explicou.

Agente da Cáritas de Crato, Verônica Carvalho (Foto: dp15.com)

De acordo com a agente da Cáritas Diocesana de Crato, Verônica Neves Carvalho, o projeto Bem Viver no Semiárido é uma ação efetiva em favor das famílias residentes na Serra do Inácio. O trabalho que será desenvolvido aqui, em parceria com o Instituto Votorantim e a Fundação Banco do Brasil é a reafirmação do compromisso da Cáritas com a melhoria de vida das pessoas.

Leidiane Damasceno atuará na condição de animadora de campo (Foto: dp15.com)

A professora Leidiane Damasceno, que atuará no projeto, na condição de animadora de campo, manifestou confiança no êxito do projeto. Ela disse que o sentimento comum, a partir do que foi discutido no encontro, é que as famílias estão ansiosas para começar o trabalho e colher os resultados.

Dom Plínio diz que o diferencial  do projeto é que não é assistencialista (Foto: dp15.com)

Para o Bispo de Picos, Dom Plínio José, “o diferencial desse projeto é que não se trata de assistencialismo passageiro, mas aponta para uma perspectiva real de mudança nas condições de vida das famílias beneficiadas”, disse.

Objetivos do projeto

O projeto de iniciativa do Instituto Votorantim, em parceria com a Fundação Banco do Brasil e está sendo desenvolvido pela Caritas Diocesana de Crato. Dentre as suas finalidades estão: implantar tecnologias sociais com cisternas, sistema bioágua, banheiro redondo, energia solar e quintais agroecológicos.

Durante o encontro foi informado que as tecnologias a serem implantadas terão o objetivo de melhorar as condições de vida, buscar a segurança alimentar e nutricional. Outra finalidade é diversificar e melhorar os níveis de produtividade, com a melhoria na renda familiar por meio da comercialização do excedente da produção alcançado pelas famílias envolvidas.

Desafios e perspectivas

Os participantes do encontro em Juazeirinho apresentaram algumas das dificuldades de viver na comunidade e a alegria de receber o projeto. Uma das demandas destacadas foi a extrema carência no fornecimento de água para a comunidade. Eles afirmaram que as cisternas servirão para ajudar as 26 famílias, contempladas, mas também aquelas que estão ao redor.

Os participantes reclamaram da precariedade da assistência médica para a comunidade, do transporte escolar, falta de segurança e o número elevado de pessoas com problemas ligados ao alcoolismo.

Há também a expectativa da melhoria na qualidade da alimentação e condições de vida. A renda extra, resultante da venda da produção dos quintais agroecológicos. Atualmente as culturas predominantes na comunidades são as da mandioca e do feijão, base alimentar das famílias carentes da região.

Com informações de Sandecleia Modesto

Mais informações, confira nos links abaixo.

Reunião da Rede Cáritas em Picos

Bispos visitam famílias na Serra do Inácio

Dom Plínio e Dom Magnus visitam Serra do Inácio

Colunistas
Notícias Mais Lidas
Últimas Notícias

PUBLICIDADES

Banner Lateral – Dra. Ana Lúcia
BANNER LATERAL CARDIOTRAUMA ALBANOS
BANNER LATERAL LABORATÓRIO MARCELLO ALBANO
Banner Lateral Anuncie aqui
Dia Mundial Com – Lateral
Banner Lateral – Casa do Automóvel
Cultura FM ap – Lateral
Banner Lateral – Dr. Alisson Cavalcanti
Banner Lateral – Dr. José Almeida Leal
Banner lateral – New Motos Honda
Banner Lateral – Novajet
Banner lateral – Sintracs